quarta-feira 26th junho 2019
26-jun-2019

Licitação do viaduto da rotatória do Shopping Catuaí de Maringá é fechada por R$ 23,7 milhões pelo DER

A licitação do viaduto da rotatória do Shopping Catuaí de Maringá foi fechada em R$ 23,7 milhões. A Contersolo Construtora de Obras Ltda foi declarada vencedora da concorrência pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR). O preço máximo previsto na licitação era de R$ 34 milhões.

O procedimento licitatório, iniciado em 2018, foi fechado em meados de fevereiro, mas ainda não há previsão para a assinatura do contrato e autorização para o início das obras. Após a emissão da ordem de serviço, o prazo para a construção é previsto em um ano.

A obra chegou a ser congelada pelo Governo do Paraná, num pacote de retenção de recursos anunciados no primeiro mês de mandato.

Durante a assinatura da ordem de serviço para a revitalização do Contorno Sul, no dia 6 de fevereiro, o governador Ratinho Junior (PSD) afirmou que a obra do viaduto da rotatória do Shopping Catuaí não estava descartada, mas não havia garantia de execução.

Quando voltou a Maringá para o lançamento da Expoingá 2019, há cerca de 15 dias, o governador voltou a falar sobre o viaduto que vai ajudar a fluir o tráfego na junção da Avenida Colombo, trecho urbano da BR-376, e da PR-317.

“Já tem o projeto executivo que é o mais importante e está reservado no orçamento o recurso para o início da obra”, afirmou Ratinho Junior.

Mas a liberação da obra depende da resolução de alguns entraves. “É um viaduto robusto e estamos nos organizando para fazer as desapropriações no entorno, para as alças de acesso”, explicou. O dinheiro para a compra das terras ainda não está garantido, mas o governador afirmou que iria ser incluído no orçamento do estado. “Conversei agora com o prefeito. É uma prioridade para Maringá e para o Governo do Estado também”, afirmou.

O entroncamento da PR-317, que também recebe o fluxo de quem chega a Maringá pela PR-323, com a BR-376 é um dos maiores gargalos do trânsito da cidade. Nos finais de tarde o trânsito fica bem lento e grandes filas são formadas, até pelas poucas opções de rotas alternativas existentes nessa região de Maringá.

O projeto executivo prevê a implantação de dois elevados de 35 metros e alças de acesso, totalizando 9,2 quilômetros de extensão, no trevo da BR-376 (Km 172+690 metros) com a PR-317 (Km 98+980 metros), que será rebaixada.

(Fonte: Maringá Post)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>