Licitações em Eunápolis, continuam sendo alvo de investigação pelo MP, por declarações ilegais e outras “mumunhas” | Portal de Licitações
domingo 19th agosto 2018
19-ago-2018

Licitações em Eunápolis, continuam sendo alvo de investigação pelo MP, por declarações ilegais e outras “mumunhas”

Eunápolis já foi vítima e continua sendo vítima de licitações ilegais, desde a licitação da empresa de limpeza pública, como do transporte escolar, esta é mais gritante ainda, é por isto que o vereador Jota Batista, entrou com um requerimento na última sessão da, em que derrotou o prefeito por 7 votos a 6, quando pediu documentos das empresas que estão aí, fazendo o que realmente é preciso mas de forma indevida e isto satisfaz ao prefeito, que já foi afastado por licitações ilícitas, com desvios de verbas no valor de R$ 200 milhões e, que a Policia Federal continua investigando se é só isto, ou se tem mais.

A denúncia foi feita pelo fato de a empresa ganhadora da licitação do transporte escolar, também não possuir documentação exigida pela carta licitatória e, mesmo assim está fazendo indevidamente o serviço, mesmo depois de denúncias terem tirado a empresa JTC da jogada, também por declarações falsas, mas ao que tudo indica, mesmo que uma ação já tenha sido dado entrada no “Ministério Público”, o prefeito Robério Oliveira, faz de conta que não sabe de nada, faz vistas grossas e, deixa o barco correr, porque é salutar para as suas pretensões políticas.

A reportagem do rota51.com ao investigar as referidas licitações encontrou discrepâncias, de declarações, diante das denúncias feitas e, coloca a documentação à disposição dos leitores, para que estes saibam que, nesta prefeitura existe uma ideia montada para que, os atos ilícitos, possam ser contemplados perla atual administração, o que aliás, é um marco administrativo, que cujo nome pomposo é: “improbidade administrativa”.

E tem mais, alguns carros, apresentam idade superior, á exigida pra transporte escolar, que tais carros, como os das fotos, com placas com ônibus com mais de 13 ou 14 anos, quando de acordo com informações, a idade máxima, para que estes ônibus possam trafegar é de 10 anos. Tudo isto, passaria despercebido aos olhos atentos da sociedade, se o portal de notícias rota15.com, não fosse atrás e buscasse as informações devidas. Mas esta notícia, ganhará contornos não sensacionalista, mas verdadeiros, tão logo a documentação chegue às mãos do vereador Jota batista e, muita gente conhecida, que se julga acima da lei, vai ver desmoronar um castelo de cartas, e fará a diferença entre o joio e o trigo. E dizer que o prefeito não sabe disto, é no mínimo chamar o cidadão de “burro” já que a equipe de licitação, foi o prefeito que trouxe de fora para ajudar a enganar os eunapolitanhos.

(Fonte: Rota 51)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>