sábado 23rd março 2019
23-mar-2019

Moradores de Bertioga reclamam de abandono em obra pública


Internautas enviaram ao G1 imagens que mostram a situação do espaço em que deveria funcionar a rodoviária da cidade.

Moradores de Bertioga, no litoral de São Paulo, reclamam do abandono na obra pública do espaço em que deveria funcionar o terminal rodoviário da cidade, no bairro Vista Linda. A construção da rodoviária foi finalizada, mas o local nunca funcionou e está abandonado desde 2015.

Uma das moradoras da região afirma que o espaço foi invadido por usuários de drogas e está deteriorado. “É um desrespeito com a população. Não tem rodoviária na cidade, o ônibus para na rua, sem segurança nenhuma. Já fizemos diversas reclamações e nada é feito”, diz.

Em nota, a Prefeitura de Bertioga informou que após três anos entregue e sem utilização, a rodoviária construída no local será um complexo de turismo, transporte e entretenimento. A prefeitura afirma que lançará nos próximos meses um Programa de Manifestação de Interesse (PMI) para grupos empresariais dispostos a construir um novo terminal rodoviário interligado a lojas, espaço para shows, cinema, mirante e outros empreendimentos.

Na visão dos moradores, essa nova proposta não será a solução e não sairá do papel. “A situação está precária. A população não acredita nessa promessa, preferíamos que fosse apenas uma rodoviária simples. Essa construção não vai ser funcional. Nossos representantes até agora só posaram para foto”, relata a moradora.

Segundo a Prefeitura, a construção da rodoviária iniciou em 2010 e foi praticamente terminada em 2015, mas nunca chegou a funcionar, por não ser rentável e ter estrutura inadequada. É afirmado que o novo investimento de cerca de R$ 40 milhões não terá custo para o Município e gerará mais de mil empregos diretos. O Prefeito de Bertioga, Caio Matheus, afirmou que as licitações anteriores para o funcionamento da rodoviária não tiveram interessados e que a Prefeitura contratou um estudo de viabilidade para avaliar o potencial do atual projeto.

Após a licitação, a expectativa da Prefeitura é que o prédio da nova rodoviária esteja pronto e funcionando entre o final de 2019 e começo de 2020.

Rodoviária e Centro de Conveniência
A prefeitura afirma que os ônibus municipais e intermunicipais transitarão por dentro da nova rodoviária, recebendo cerca de 12 mil pessoas diariamente. Segundo estudos, o terminal de integração reduzirá o tempo dos trajetos das linhas em até 30% e diminuirá o tempo de espera pelos ônibus de uma hora para 10 minutos, dependendo da linha.

Também foi informado que uma segunda área, ao lado da atual rodoviária, dará lugar a uma edificação com estacionamento, posto de combustíveis e lanchonete. Ainda de acordo com a Prefeitura, a empresa que, ao final do processo, cumprir os requisitos e vencer a licitação poderá explorar comercialmente todo o complexo e deve operacionalizar o terminal. O grupo que vencer a concorrência pode também incrementar o projeto sugerido pelo prefeito.

(Fonte: G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>