sábado 15th dezembro 2018
15-dez-2018

MP denuncia Richa por corrupção passiva e fraude a licitação

O Ministério Público Estadual considerou as delações do ex-diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR), Nelson Leal Júnior e do ex-deputado estadual Tony Garcia e denunciou hoje Beto Richa, seu irmão, o ex-secretário da Infraestrutura, José Pepe Richa (PSDB), o ex-chefe de gabinete de Richa, Deonilson Roldo e outras dez pessoas acusadas de envolvimento no esquema investigado na operação Rádio Patrulha, que apura suspeitas de fraude em obras de estradas rurais no Paraná.

Estão na lista o primo do ex-governador, Luiz Abi, os empresários Joel Malucelli e Celso Frare, o ex-secretário de Cerimonial, Ezequias Moreira, e o ex-secretário de Assuntos Estratégicos, Edson Casagrande.
Fernanda Richa e o contador da família Richa, Dirceu Pupo, também investigados, farão parte de novos procedimentos do MP e não foram denunciados.

A lista completa:
Beto Richa – corrupção passiva e fraude a licitação
Pepe Richa – corrupção passiva e fraude a licitação
Deonilson Roldo – corrupção passiva e fraude a licitação
Ezequias Moreira – corrupção passiva e fraude a licitação
Aldair Petry – corrupção passiva e fraude a licitação
Luiz Abi – corrupção passiva
Celso Frare – corrupção ativa e fraude a licitação
Joel Malucelli – corrupção ativa e fraude a licitação
Edson Casagrande – fraude a licitação e corrupção ativa
Túlio Bandeira – fraude a licitação e corrupção ativa
André Felipe Bandeira – fraude a licitação e corrupção ativa
Emerson Savanhago – fraude a licitação
Robison Savanhago – fraude a licitação

(Fonte: Bem Paraná)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>