terça-feira 11th dezembro 2018
11-dez-2018

MP pede afastamento de secretário Huark e a anulação de licitações com a Proclin

Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF-MT) emitiu duas recomendações, esta semana, direcionadas à Prefeitura de Cuiabá relacionadas à Empresa Cuiabana de Saúde Pública, a Sociedade Mato-grossense de Assistência em Medicina Interna (Proclin) e à Qualycare, assim como também ao atual secretário municipal de Saúde Huark Douglas Correia.

As firmas e o secretário são investigados na Operação Sangria, deflagrada nesta terça pela Delegacia Fazendária (Defaz) e foram alvos de 11 mandados de busca e apreensão. Pela manhã, agentes e peritos recolheram documentos em computadores e papéis comprobatórios de esquema na saúde. A Defaz pediu a prisão de Huark, mas isso foi negado pelo Judiciário.

(Fonte: RD News)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>